Cinema, território das crianças

Cineasta e educador, Anderson Lado Beco desenvolveu a  metodologia de formação e co-criação em cinema OPALA – Oficina de Produção e Alfabetização Audiovisual. Através dela, ao longo dos últimos anos, além dos muitos projetos que vem tocando junto a escolas, comunidades e em seus canais de YouTube voltados para o público infantil ( “Lado Beco” e “100Zala”), realizou curtas-metragens junto com as crianças de Ocupações Urbanas de diferentes regiões de Belo Horizonte –  como as comunidades Eliana Silva, Vitória, Esperança e Rosa Leão. Em meio a essa produção, estão os filmes “A Rua é Pública” (2012), “Zaga de Bonecas” (2013) e “Palmilha” (2018), trilogia realizada no Vale do Jatobá, no Barreiro, que aproxima a espectadora ou o espectador das experiências de elaboração e construção política da infância nessas comunidades, remontando os desafios e lutas das pessoas que ali vivem. Durante essa conversa com alunas e alunos da Escola Municipal Itamar Franco, unidade educacional onde estudam as crianças do Vale, Anderson Lado Beco irá exibir esses filmes e compartilhar suas experiências de realização. 

Olá, isso é um comentário. Para começar a moderar, editar e excluir comentários, visite a tela de Comentários no painel. Avatares de comentaristas vêm a partir do Gravatar.